05/12/2016

Migas de batata doce com ovo escalfado / Sweet potato hash browns with poached egg





PT (Skip to English)
Há algum tempo que não como ovos. Costumava adorar ovos e acho que de certa maneira ainda continuo apaixonada com a ideia de um ovo em cima de qualquer coisa, a gema brilhante a escorrer, porque continuo a ver fotos de brunches com ovos no instagram. Mas não sinto vontade de os comer, antes pelo contrário. Comecei a ter dificuldade em comer ovos e desde então não me tenho obrigado a fazê-lo. Gosto de pensar que se uma mudança assim acontece naturalmente, então devemos aceitá-la. O meu corpo provavelmente sabe o que é melhor para mim e eu estou ok com isso.


No entanto, há alguns meses atrás, quando fiz esta receita, ainda comia ovos avidamente. E quando digo avidamente era ao pequeno almoço, almoço e jantar, o que pode também ser parte da razão pela qual agora não estou muito interessada em ovos. Durante anos, eu nem me conseguia aproximar de brócolos, após a minha avó ter descoberto o quanto eu gostava deles e de ter insistido em torná-los numa coisa diária. Felizmente, alguns anos depois acordei para a vida e posso dizer com todo o orgulho que sou uma grande fã de brócolos. Penso que temos um limite para certas comidas. Só espero nunca ver chegar o dia em que me farto de comer papas de aveia. Isso ia ser tão triste! Provavelmente, será também o dia em que o meu corpo se des-londres-sifica completamente: paro de praguejar, volto a aprender para que lado olhar quando atravesso a estrada (o que talvez deva aprender em breve...), deixo de pôr leite no meu chá, abandono os gins tónicos e, finalmente, enquanto uma única gota vermelha, azul e branca escorre pelo meu rosto, eu fico farta de papas de aveia. Oh o drama!

Posso-me resignar a este triste fado ou posso tornar-me um pouco mais criativa com o pequeno almoço e o brunch! Isso soa muito melhor. Foi precisamente quando me estava a apetecer um bom pequeno almoço salgado que me lembrei de usar batatas doces. As batatas doces são su-per e eu não preciso de muito para disfrutar delas. Às vezes, misturo-as simplesmente com fruta, frutos secos e sementes, polvilho com canela e chamo-lhe um pequeno almoço. Contêm muita fibra e são ricas em betacaroteno (pensem em bonitos bronzeados e olhos saudáveis) e vitamina C, dois antioxidantes, e também em manganésio, óptimo para uma pele saudável. Li em alguns sítios que deve ser consumida com um pouco de gordura porque ajuda à absorção de nutrientes e esta receita usa um bocadinho de azeite, o que é perfeito.

O resultado é um prato digno do instagram (apesar do meu ter ficado um bocadinho torrado), mas mais importante uma ótima forma de começar o dia com vegetais. Amigos que não comem ovos, sintam-se à vontade para saltar o ovo e experimentar espinafres ou kale salteado com limão por cima. Ainda não tive a oportunidade de experimentar esta receita com um ovo de linhaça para unir a batata, mas não vejo razão para não funcionar. Se experimentares partilha, porque eu gostava de saber como corre.

Espero ver-te à mesa,
Mariana

Migas de batata doce com ovo escalfado
2 pessoas

Ingredientes:
  • 1 cebola roxa pequena
  • 2 batatas doces médias
  • Azeite
  • Noz moscada
  • 2 ovos para escalfar + 1 para o ovo diluído
  • Vinagre branco
  • Sal e pimenta
  • Salsa, mostarda e picante para guarnecer

Método:
Começa por descascar e ralar as batatas doces. Eu usei um robot de cozinha, mas podes fazê-lo manualmente também.

Pica as cebolas e refoga-as num pouco de azeita até amolecerem. Junta as batatas doces raladas. Tempera com noz moscada, sal e pimenta e deixa cozinhar durante cerca de 20 minutos.

Dilui 1 ovo numa colher de sopa de água. Liga o grill do forno.

Distribui as batatas doces por um tabuleiro, de modo a ficarem com cerca de 1-1.5 cms de espessura, e alisa-as. Verte o ovo diluído sobre as batatas doces, de forma a que se espalhe pela forma toda. Se necessário, abana gentilmente a forma para os lados e para a frente e para trás até se espalhar.

Leva ao forno durante cerca de 5 minutos ou até que fique dourado.

Põe uma panela de água a ferver lentamente e junta-lhe um pouco de vinagre branco. Parte o ovo e suavemente verte-o para a água. Deixa escalfar durante 3 minutos e retira com uma escumadeira para cima de papel de cozinha, de forma a absorver a água. Repete com o segundo ovo.

Corta as batatas doces em quadrados e distribui alguns num prato com o ovo escalfado por cima. Polvilha com um pouco de salsa e salpica com picante para um toque caliente. Serve com um pouco de mostarda ao lado.

Notas:
Como podem ver por uma das fotos em cima, eu cortei as cebolas em rodelas, em vez de as picar. Acho que optar por picar teria dado um resultado ainda melhor, porque deixava que estas desaparecessem no meio do prato.


EN
I haven't had eggs in a bit. I used to love eggs and I guess in a way I'm still in love with the idea of an egg on top of something else, bright runny yolks dripping down, because I keep staring at pictures of eggy brunches on instagram. I don't really feel like eating them though, quite the opposite actually. I started struggling with eating eggs and haven't forced myself to do so since. I like to think that if a change like this happens naturally then I should embrace it. My body probably knows best and I'm fine with that.

However, a few months ago, when I made this recipe, I was still avidly eating eggs. And I mean avidly, for breakfast, lunch and dinner, which may be also part of the reason why I'm not really into eggs at the moment. For years I couldn't even get near broccoli, after my grandmother found out how much I liked it and insisted on making it a daily thing.  Luckily, a few years later I had an awakening and I'm happy to report that I've very much jumped on the broccoli bandwagon. I guess we have a threshold for certain foods. I just don't want to see the day when I get tired of porridge come. That would be so sad! It will probably be the day my body completely de-London-izes: I'll stop cursing, I'll relearn which way to look when crossing the road (which I'm thinking I should grasp sooner rather than later...), I'll stop putting milk in my tea, I'll leave behind the G&Ts and finally, as one single red, blue and white tear rolls down my face, I'll get fed up with porridge. Oh the drama!

I can resign to this sad fate or I can get a bit more creative with breakfast and brunch! That definitely sounds better. It was precisely when I was craving a nice, savoury breakfast that I thought of using sweet potatoes. Sweet potatoes are ah-mazing and I don't need much to enjoy them; sometimes I just toss them with fruit, nuts, seeds and a sprinkle of cinnamon and call it a breakfast. They are high in fiber, rich in beta-carotene (think nice tans and healthy eyes) and vitamin C, which are both antioxidants, as well as manganese, which is great for healthy skin. I've read in a few places that it should be eaten with a small amount of fat because it helps with the nutrient absorption and this recipe uses a bit of olive oil, which is perfect.

The result is a very instagrammable dish (even though mine got a bit too brown), but more importantly a great way to start the day with some veggies. Egg-free friends, feel free to skip the poached egg and add some lemony sautéed spinach or kale. I haven't had a chance to try binding it with a flax egg, but I don't see why it wouldn't work. Let me know if you give it a go.

Enjoy,
Mariana


Sweet potato hash browns with poached egg
2 servings

Ingredients:
  • 1 small red onion
  • 2 medium sweet potatoes
  • Olive oil
  • Nutmeg
  • 2 eggs for poaching + 1 for egg wash
  • White vinegar
  • Salt and pepper
  • Parsley, mustard and hot sauce for garnish

Method:
Start by peeling and grating the sweet potatoes. I used a food processor, but you can also grate them by hand.

Dice the onions and sautée them in a bit of olive oil until they soften. Add the grated sweet potatoes. Season with nutmeg, salt and pepper and let them cook for about 20 minutes.

Prepare the egg wash by mixing 1 egg with 1 tablespoon of water. Turn on you oven's broiler.

Lay the sautéed potatoes on a roasting tin and flatten it. It should be 1-1.5 cm thick. Pour the egg wash over the potatoes making sure it spread throughout the tin. If needed, gently turn the tin left, right, back and forth until the egg wash spreads.

Put it in the oven and let it broil for 5 minutes or until golden.

Bring a small pot with water to a simmer and add a dash of white vinegar. Crack open the egg and gently drop it into the water. Let it cook for 3 minutes and remove it with a slotted spoon into some kitchen towel to absorb excess water. Repeat with the second egg.

Cut the broiled sweet potatoes into squares and put a few squares together with the poached egg on top. Sprinkle with some parsley and hot sauce for a kick. Serve with a bit of mustard on the side.

Notes:
I sliced the onions as you can see from the picture above, but I think it would yield a better result if you dice them and allow them to disappear into the dish.